Tahiti

tahitian woman dancing

O mito ocidental de paraíso

Na raiz do mito ocidental de “paraíso" na Terra há séculos, o Tahiti é a mais conhecida das ilhas da Polinésia Francesa, e é também a maior geograficamente.

Criado por um hotspot, uma fonte de magma que se ergue das profundezas da Terra, foi formado pelas erupções de três vulcões agora extintos. Ele manteve uma paisagem espetacular e acidentada (o pico mais alto, o Monte Orohena, tem 2.241m de altitude) profundamente cortado por diversos vales íngremes.

 

O Tahiti tem de tudo: do surfe e areia à cultura e vida noturna; tudo reunido em um pedaço de paraíso de tirar o fôlego. 

A vegetação exuberante

As chuvas, particularmente frequentes entre dezembro e março, e o clima tropical, assim como uma temperatura média anual de 25 ° C, mantêm a vegetação exuberante.

As praias, às vezes protegidas por um recife ou lagoa; e muitas vezes voltadas para o oceano, são cobertas de areia branca ou preta, revelando essa geologia incomum. A variedade da paisagem a torna um local ideal para uma diversidade de atividades aquáticas e terrestres.

man surfing a wave in teahupoo in the island of Tahiti
aeral view of the island of tahiti with the mountain, the lagoon and the ocean

Tahiti, o centro econômico da Polinésia Francesa

Parte das Ilhas de Barlavento, que junto com as Ilhas de Sotavento formam as Ilhas da Sociedade, o Tahiti (capital Papeete) é o centro econômico da Polinésia Francesa e morada de quase dois terços da população, cerca de 190.000 habitantes. 

Tesouros culturais, históricos e artísticos, e encontros com a população local estão na lista de atividades desta ilha dinâmica e povoada que mantém sua beleza selvagem e uma certa tranquilidade.